Conhece-te a ti mesmo

Este famoso aforismo grego, usado muitas vezes por Sócrates na sua maiêutica nos leva a refletir sobre quem somos de fato.

Conhecer-se não é fácil. Pensamos que nos conhecemos até o momento em que nos defrontamos com alguma situação em que agimos de uma forma que jamais imaginaríamos.

A Bíblia, no entanto, nos diz claramente quem somos: pecadores que precisamos desesperadamente de perdão e salvação, porque não há nenhum bom, que faça o bem e busque a Deus (Sl 14.1-3). O problema está em reconhecer isso.

Claro, hoje podemos nos reconciliar com Deus através de Jesus Cristo. Mas, mesmo conhecendo a Cristo e servindo-o da melhor maneira possível, é preciso avaliar-se constantemente. “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.”  (1 Coríntios 10.12).

O conhecimento de si mesmo deve levar a pessoa a uma dependência completa e total de Deus. Conhecendo-nos podemos descobrir coisas espantosas ao nosso respeito. 

Já me peguei várias vezes diante do espelho, olhando para o meu rosto e perguntando-me: quem sou eu? E sabe a resposta? Não tenho resposta, e isso me leva a depender de Deus 24 horas por dia. Mas uma coisa eu sei: não sou bom, porque só há um que é bom: DEUS.

Assim, entrego-me ao meu Salvador Jesus Cristo e deixo que Ele cuide de mim e me transforme, pelo Espírito Santo, à sua imagem e isso cada dia de minha vida aqui na terra!

Shalom Adonai.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Não é comigo…

Oh, quantas vezes nos tornamos indiferentes ao sofrimento de nossos semelhantes! Se a dor não é minha, não me importa, não me comovo. Se o trágico não ocorreu comigo ou com alguém que amo, é como uma notícia de jornal, lamento, mas não choro.

Que mundo é esse em que vivemos? Que tipo de seres humanos nos tornamos? Parece que não há mais solidariedade entre nós.

Leio a Bíblia e vejo o meu Salvador movendo-se de íntima compaixão por uma multidão que estava como ovelhas que não tinham pastor. Vejo Ele chorando por uma cidade que não reconhecia o seu Redentor e Messias e que muitas vezes quiz Ele juntá-la junto a si, como a galinha junta os seus pintinhos! Vejo Ele chorando por uma família que tinha perdido o seu ente querido e que também era seu amigo! Sim, Jesus tinha sentimentos, Ele se comovia com o sofrimento humano, não ficava indiferente ao que acontecia ao seu redor.

Coloco-me como seguidor do Nazareno, mas não hajo como Ele diante do que acontece ao meu redor! Quão indiferente sou eu!

Se meu irmão sofre, aumento o sofrimento dele, julgando-o ou condenando-o, porque ele deve ter cometido algum pecado muito grave para está passando por aquilo. Ou se ele comete algum pecado, atiro pedras nele e condeno-o porque ele não vigiou, não manteve-se fiel a Deus. “Vai queimar no mármore do inferno!” (expressão “muçulmana” usada em uma novela para quem cometia algum erro). Mas sabe o que diz o meu Mestre? “Nem eu te condeno, vai e não peques mais”. Sabe, preciso ser mais humano e compreensivo. Parece que estou me tornando intolerante! Não, não se trata de “passar a mão no pecado”, mas ajudar o meu irmão para que sua dor seja amenizada. É isso que faria o meu Salvador!

Assim, quero chorar mais, quero me comover mais com a dor do meu semelhante, mesmo que não o conheça! Quero ser mais humano!

Shalom Adonai!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Happy New Year!

2011 chegou! Muitos estabeleceram objetivos, propósitos e metas a serem alcançados neste novo ano. É salutar que as pessoas façam isso! Mas sabem de uma coisa? Não fiz nada disso! Simplesmente estou vivendo. Estou seguindo o curso da vida. Minhas atividades permanecem as mesmas, minha vida continua a mesma. Não propus mudar nada.

Seguindo o curso da vida, quero cada dia que passa estar mais perto do meu Deus. Quero ser um verdadeiro seguidor do Nazareno, parecer cada dia mais com Ele. Amar, perdoar, exercer misericórdia, ser compassivo, dominar o meu “eu” (na verdade, mortificá-lo), coisas como essas que fazem parte de uma vida cristã normal e saudável. Ah, como eu gostaria de ter a fé do tamanho de um grão de mostarda! Como eu gostaria de espalhar as palavras do meu Mestre pelos quatro cantos da Terra! Mas, fazer o que? Viver, simplesmente viver da melhor maneira possível e fazer e dar o melhor que posso ao meu Salvador!

Assim, digo:  bem-vindo 2011! Vou viverte cada dia!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Feliz Natal!

Feliz Natal!

Não o natal comercial, aquele em que as pessoas costumam trocar presentes entre elas, como uma forma de demonstrar algum apreço umas pelas outras, mas apenas nesta época do ano. Também não me refiro ao chamado “espírito do natal” tão propagado pelos filmes e programações de televisão, pois parece mais um espírito oportunista ou criado especificamente para esse momento.

Quero lembrar-lhes, porém, que o Natal é a celebração do nascimento do Salvador, de Jesus, o Cristo que veio para nos reconciliar com o Pai!

Celebrar o Natal é celebrar a Cristo! É agradecer a Deus por nos ter propiciado uma tão grande salvação através de Seu Filho Amado!

Que possamos cantar juntamente com os anjos: “Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens.” (Lucas 2.14).

Mas sabe de uma coisa? O natal ocorre todos os dias quando Cristo nasce no coração de alguém, quando alguém tem um encontro pessoal e salvífico com Ele!

FELIZ NATAL!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Nada além da graça

http://auriberto.blogspot.com/2010/07/nada-alem-da-graca.html

Posted in Uncategorized | Tagged , , | Leave a comment

Se o Senhor não estiver… não continue!

Um rei não se salva pela multidão do seu exército; nem o homem valente se livra pela muita força. O cavalo é vã esperança para a vitória; não pode livrar ninguém pela sua grande força.” (Sl 33.16,17).

Quem somos nós, senão simples mortais, que muitas vezes achamos que somos grandes e importantes? Oh, quantos são esnobes e pensam que viverão eternamente aqui neste mundo! Fazem planos para o futuro como se tivessem o controle total de suas vidas e circunstâncias. Isso não quer dizer que não podemos planejar as coisas, claro que podemos. Só não podemos incorrer no erro descrito por Tiago: “Eia agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, lá passaremos um ano, negociaremos e ganharemos. No entanto, não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece. Em lugar disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo. Mas agora vos jactais das vossas presunções; toda jactância tal como esta é maligna.” (Tg 4.13-16).

Os versículos do Salmo citado acima comparam-se ao do Salmo 127.1,2. Jamais seremos bem sucedidos em qualquer área de nossas vidas se o Senhor não estiver presente. Veja bem, o salmista não diz que um rei não possa ter um grande exército, ele pode até ter, mas ele jamais obterá vitória por confiar no seu exército. Também não diz que não se possa vigiar uma cidade ou edificar um casa, tudo isso pode ser feito, mas se Deus não estiver presente é tudo em vão! 

Inútil é pensarmos que podemos ou que somos alguma coisa, que temos condições de avançarmos nos empreendimentos da vida sem a presença de Deus. Alguém pode argumentar que há ímpios bem-sucedidos, que não tributam a Deus nenhum louvor e ainda assim se dão bem na vida. Tal pensamento é semelhante ao de Asafe no Salmo 73. No entanto, veja o que acontece com essas pessoas no final de tudo! (leia o Salmo… Smile, detenha-se nos vv. 18-20).

O melhor é: se Deus não estiver, não vá em frente!

Shalom Adonai!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Esse Sermão da Montanha!!!

Como parece difícil para muitos cristãos compreender os ensinos de Cristo na prática! Leio o Sermão da Montanha e vejo ali a cartilha do Reino de Deus para a nossa vida. Mas que cartilha!

Os bem-aventurados não são os ricos e poderosos da terra, mas os pobres de espírito, os que choram, os misericordiosos, os pacificadores, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os de coração limpo e os perseguidos por causa da justiça, tudo contrário ao que o mundo ensina e pratica.

Mas tem também o fato de eu sempre procurar viver bem com os meus irmãos, não lhes imputando palavras ou atos que venham feri-los, e caso o faça, que me reconcilie imediatamente, antes de oferecer algo a Deus, caso contrário, não adianta eu orar, cantar, pregar, porque não terá nenhum sentido ou efeito em minha vida ou na dos outros.

O pecado não é somente praticar o ato, mas desejar no coração aquilo que é pecaminoso, que é tão danoso quanto o praticar.

“O olho por olho e dente por dente” é substituído pelo perdão e “abrir mão” do direito, caso seja ferido numa face, ofereça a outra, se for obrigado a caminhar uma milha, caminhe duas, se alguém lhe tomar a túnica, deixe levar também a capa. Que coisa, hein! Nunca revidar!

E esse negócio de amar os inimigos, bendizer os que nos maldizem, fazer bem aos que nos odeiam e orar pelos que nos perseguem e maltratam, para que sejamos considerados filhos de Deus? Parece loucura, não é mesmo? Mas é assim mesmo!

Tem também o fato de eu procurar sempre fazer as coisas sem querer aparecer. Se der esmolas, orar e jejuar, que o faça em secreto, sem ser visto pelos homens, basta Deus ver! Bem diferente de certos “apóstolos” (apóstolos? E existe ainda hoje? Ah, pensei que só existia o ministério e não o cargo! Tô muito atrasado!), “bispos”, “pastores”, etc… de hoje!

Ah, é muito difícil a história de não juntar tesouros na terra! Hoje a gente ouve pregações dizendo que devemos ser ricos e abastados porque somos filhos do Rei! Eu não entendo mais nada! (E entendo muito bem).

E depender do Pai Celestial como as aves dos céus e a erva do campo é coisa de louco! Só Jesus mesmo para ensinar isso!

Tem muito mais lá! Abra sua Bíblia ( a Bíblia mesmo e não a caixinha de promessas!) e leia Mateus 5-7. Você vai gostar! (Eu acho… Smile)

Bem, quem disse que ser seguidor do Nazareno era coisa fácil?

Shalom Adonai!

Posted in Uncategorized | Leave a comment