Onde Deus está quando nós mais precisamos dEle?

Essa pergunta parece desesperadora e ao mesmo tempo questiona a Deus sobre a sua presença em nossas vidas nos momentos mais difíceis. Creio que a pergunta é honesta mas inapropriada. Por que inapropriada? Porque indica que só precisamos de Deus quando estamos em apuros. Porque dá a entender que quando tudo está bem não precisamos tanto da ajuda do Criador. Será que podemos viver um só momento sem a presença de Deus em nossas vidas? Será que podemos suportar as lutas da vida e mesmo as vitórias sem Deus estar presente? Para mim as respostas e essas perguntas é um NÃO bem direto! Precisamos de Deus em todo o tempo, seja na bonança ou miséria, nos vitórias ou nas lutas!

Deus está onde sempre esteve, Ele é onipresente (Sl 139). Deus nunca nos deixa e nem nos abandona em momento algum, seja nos dias bons ou nos dias maus. É que nos momentos de dificuldades achamos que estamos sozinhos, que só nós passamos por aquilo, ficamos como Elias que pensava que só ele tinha permanecido fiel ao Senhor em meio a tanta idolatria e abandono da fé, mas havia mais sete mil que mantinham-se fiéis. É elevar os olhos para as alturas e saber que o socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra! É confiar nAquele que tudo pode e ver! Que tem o controle de toda a situação, ainda que pareça desesperadora. Deus está presente em todo o tempo!

Não, meus amigos, Deus não desaparece nos momentos de tribulações, lutas e sofrimentos. Ele está bem presente, porque caso Ele desaparecesse, nenhum de nós poderia suportar! Ele está presente, é só senti-LO e confiar nEle acima de tudo! “Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o SENHOR me recolherá.”  (Sl 27.10). É isso mesmo, ainda que todos nos abandonem (mesmo os familiares e amigos), todavia o Senhor jamais! E isso é um conforto para quem está passando por maus momentos na vida!

Saiba disso e creia!

Shalom Adonai!

Advertisements

About Auriberto Feitosa

Ministro do Evangelho de Jesus Cristo, ou seja, simplesmente um servo.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

4 Responses to Onde Deus está quando nós mais precisamos dEle?

  1. Pastor Ramos says:

    Apenas para endossar tuas palavras, Jesus disse: “….e eis que eu estou convosco todos os dias…”. Tão bom quanto a declaração do Mestre é o que Paulo completa aos Coríntios: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus”.

    Paz.

  2. Graça e paz!

    Acho que a pergunta tem tudo a ver com o desenvolvimento da nossa relação com este Deus maravilhoso até que possamos de fato compreender que “tudo posso naquele que me fortalece”.

    Nos Salmos, por várias vezes lemos os poetas pedindo a Deus que se “levante” (tomando uma proividência) e pedindo uma resposta às suas orações.

    “SENHOR, por que estás tão longe? Por que te escondes em tempos de angústia?” (Sl 10.1; NVI)

    Contudo, o que mais vejo nos Salmos é que, mesmo o poeta se sentindo confuso e até desesperado, ele continua buscando e esperando em Deus, o que é a mais pura fé. Depois de lamentar-se e ainda sem receber a resposta, o salmista começa a louvar a Deus e engrandecê-Lo. Faz menção das providências de Deus no passado e passa a proclamar o cimprimento de seus propósitos e a vitória.

    Curiosamente, quando esteve na cruz, Jesus orou o início do Salmo 22, quando disse em ramaico “Eloí, Eloí, lamá sabactâni”, que significa “Deus meus, Deus meu, por que me desamparaste?” (Mt 27.46; Mc 15.34). E, logo depois, o Evangeho de Lucas registra o brado de confiança expresso pelo Senhor: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23.46)

    Eu creio que se dirigimos a Deus todas as nossas indagações estaremos agindo com fé. A falta de fé, porém, ocorre quando resolvemos abandonar esse relacionamento. Logo, o que precisamos fazer numa situação de crise é perseverarmos, levando a Deus toda a nossa dor em oração.

  3. Concordo plenamente irmão Rodrigo. A pergunta se torna inapropriada quando feita sem fé e querendo dizer que Deus desaparece ou nos abandona quando estamos passando por grandes dificuldades. O exemplo mais clássico é o de Jó, que mesmo sem entender o porquê do seu sofrimento, nunca deixou de confiar em Deus.

  4. Compreendo o que o irmão quer dizer e muito bem lembrado o exemplo que colocou. Realmente há diferenças entre a atitude de Jó, cheia de fé, e aquela em que a pessoa decide afastar-se de Deus, considerando-O ausente, impotente ou inexistente. No caso do exemplo de Jó, parece que, de certo modo, ele foi tentado a ir por este caminho quando a própria esposa, conhecendo a integridade do marido, aconselha-o a tomar uma atitude que entendo como sendo de autojustificação, envolvendo, talvez, uma atitude de suicídio (Jó 2.9). Ainda assim, Jó mostrou seu entendimento e confiança na graça (v. 10).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s