E deste que será?

O contexto da pergunta acima, que se encontra em João 21.21, foi a ocasião em que o Senhor Jesus perguntou três vezes a Pedro se este o amava. Depois de responder ao Mestre e segui-Lo, Pedro vê o discípulo a quem Jesus amava, João, seguindo-os também e fez então a aludida pergunta. A resposta do Mestre me chama a atenção: “Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu” (João 21.22).

Temos uma tendência natural de nos preocuparmos demasiadamente com a vida alheia. Somos curiosos para saber o que vai acontecer com os outros. Parece que foi isso que Pedro demonstrou na sua pergunta. Queria saber o que Jesus faria com o discípulo amado. A resposta do Mestre foi no sentido de que Pedro se preocupasse com ele mesmo: “Segue-me tu”, o outro, o Senhor cuidaria dele: “Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti?”. Ou seja, Pedro deveria preocupar-se em seguir ao Mestre, com a sua própria vida, em ser fiel, em viver para o propósito para o qual ele havia sido chamado naquele momento. Os demais, Jesus trataria com cada um.
A Bíblia nos diz que cada um dará conta de si mesmo a Deus (Rm 14.12). Que cada pessoa é responsável por si mesmo, por seus atos, seus próprios pecados diante de Deus. Mesmo no caso dos pastores que são responsáveis pelo rebanho, eles prestarão contas de seu pastoreio, de como eles conduziram as vidas das pessoas. Mas cada um, individualmente, é responsável por si.
De maneira que, não posso desperdiçar o meu tempo, preocupando-me com a vida de meu irmão. A não ser que este precise de mim, no sentido em que eu possa ajudá-lo. Claro que podemos sim ajudar um irmão, se este estiver necessitado ou precisar de um conselho ou apoio. Mas não posso intrometer-me na vida particular dele, no seu relacionamento particular com os outros, ou mesmo com Deus. Ele é responsável por si mesmo diante de Deus.
Deus sabe como tratar cada um particularmente. A forma como Deus trata um, pode não ser a mesma forma que trata outro, e não se trata de injustiça da parte de Deus, pois Ele conhece o coração de cada um. É verdade que há princípios estabelecidos por Deus que se aplicam a todos os seus filhos, e mesmo ao povo em geral, que se forem quebrados, já estão estabelecidas as consequências.
Assim, deixemos com Deus a vida do irmão! Deus sabe cuidar de cada um da forma apropriada, independente do que eu penso ou faça.
Advertisements

About Auriberto Feitosa

Ministro do Evangelho de Jesus Cristo, ou seja, simplesmente um servo.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s