Deus odeia o pecador?

ira-raios Ao ouvir um video do pregador americano Paul David Washer sob o tema: “Deus odeia pecadores, e não somente o pecado”, usando como base o Salmo 5.5 e Romanos 1.18, fui levado a pensar e a meditar sobre o assunto. Sempre ouvimos falar que Deus odeia o pecado mas ama o pecador, mas eu nunca tinha ouvido alguém dizer que Deus odiava o pecador também. Lembrei-me de Jonathan Edwards, em seu famoso sermão, “Pecadores nas mãos de um Deus irado”, onde ele afirma que os pecadores não arrependidos estão correndo um grande perigo, porque estão debaixo da ira de Deus, mas ele não chegou a falar do “ódio” de Deus pelo pecador.

Constantemente ouvimos falar do amor incondicional de Deus, da Sua misericórdia e compaixão, mas pouco se fala que Deus se ira e que é um Deus de justiça também. Por ser um Deus santo, Ele odeia o pecado, e, por odiá-lo tanto, Ele há de julgar e condenar os que o praticam, sem se arrependerem. O pecado é um ultraje à santidade de Deus. Fere frontalmente a Deus, provocando-O à ira e indignação.

Mas é preciso separar o pecador de suas práticas pecaminosas. Vejamos o que diz o Salmo 5.5, “Os loucos não pararão à tua vista; odeias a todos os que praticam a maldade” (o grifo é nosso). O que provoca a ira de Deus é a “prática” da maldade, do pecado, da impiedade, da injustiça. Os que vivem na “prática” do pecado estão sim debaixo da ira de Deus. O apóstolo João diz que “”Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.”  (I João 3.8, o grifo é nosso). Então, devemos concluir que se um cristão cometer um deslize e pecar é do diabo? Evidentemente que o versículo se refere a quem vive na prática constante do pecado, senão o mesmo João estaria se contradizendo, quando escreveu: “MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.” (1 João 2.1,2, o grifo é nosso).

Romanos 1.18 diz: “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça” (o grifo é nosso). Observe que a ira de Deus se manifesta sobre a impiedade e injustiça dos homens. Consequentemente os homens que se dão a essas práticas sofrerão o peso da ira de Deus, mas isso não significa que Deus os odeie, é uma questão de justiça e não de ódio. É Deus retribuindo ao homem o que ele merece, devido às suas ações e práticas. Na sequência da leitura desse capítulo de Romanos vemos que, como uma forma de julgamento, Deus entregou os homens perversos “às suas paixões infames”, “cometendo torpezas e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro”.

Ademais, se Deus odeia o pecador, como explicar João 3.16 e Romanos 5.8?

Na verdade, a ira de Deus contra nós recaiu sobre Cristo ao morrer por nós na cruz do Calvário. Ele se fez maldição por nós, Ele tomou o nosso lugar e satisfez a justiça de Deus. “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.”  (Isaías 53.5). “PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Romanos 8.1). “E esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.”  (I Tessalonicenses 1.10).

Assim, a ira de Deus recairá somente sobre os que não se refugiam em Cristo, sobre os que não se arrependem de seus pecados e vivem dissolutamente. Ainda que Deus os ame, todavia, por causa da Sua justiça, Ele os julgará e os condenará, por não aceitarem o sacrifício expiatório de Seu Filho Jesus Cristo.

“Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus; O qual recompensará cada um segundo as suas obras; a saber:
A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção; Mas a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes à verdade e obedientes à iniqüidade; Tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal; primeiramente do judeu e também do grego; Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem; primeiramente ao judeu e também ao grego; Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.” (Romanos 2.5-11).

Assim, não creio que Deus odeie o pecador, senão nenhum de nós seria salvo.

Advertisements

About Auriberto Feitosa

Ministro do Evangelho de Jesus Cristo, ou seja, simplesmente um servo.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

5 Responses to Deus odeia o pecador?

  1. Neto says:

    A Paz de Cristo, pastor Auriberto.

    O irmão falou bem, dizendo que se Deus odiasse a todos os pecadores, ninguém seria salvo. Além disso, quando falou que os versículos se referem a quem VIVE na prática dos pecados, e não em quem peca contra a vontade, como um cristão.

    Mas o ponto central da pregação do P. Washer é fazer com que a Ira de Deus seja PESSOAL, e não somente com relação às atitudes de alguém.

    Tenho certeza de que a intenção é mostrar que o pecador não arrependido está em grande perigo, e infelizmente o “evangelho” pregado hoje em dia é muito “água de salsicha”, e nunca, ou quase nunca, diz a verdade sobre a pessoalidade da Ira de Deus. Que cairá sobre quem cometeu os pecados, e não nos pecados.

    Querendo ele, na verdade, produzir a convicção do pecado.

    Um grande abraço, Deus abençoe.

  2. GRPS426 says:

    P Washer é reformado e portanto não crê numa expiação ilimitada, então ele diz que Deus ama apenas aos seus eleitos e por isso os dá a Cristo e os demais ele odeia.
    A frase: “se Deus odiasse a todos os pecadores, ninguém seria salvo.” Não se combate o argumento de Washer visto que, quem dá a fé é Deus e somente pela fé se é salvo, levando-se em conta que a fé é dada junto à regeneração pode-se dizer que aos que Deus ama ele escolhe. Podemos provar isto analisando-se o fato de que a nação de Israel foi escolhida mediante o amor que Deus tinha por ela (Dt 7)e o resto do mundo não foi escolhido obviamente por que Deus não os amava.
    Graça e paz!!!

  3. Graça e paz! Concordo com o irmão quando conclui que Deus não odeia o pecador. Jesus veio para salvar o mundo e quem nele crê não é condenado. Nós, pecadores, temos diante de nós a opção de aceitarmos o remédio oferecido por Deus (Jesus) ou permanecermos mortos nos nossos pecados. Como escreveu um pastor amigo meu no seu mais recente artigo no blog “Café com gente”, pode-se dizer que “o cristão é um pecador em recuperação”. E aí, nós que aceitamos a Cristo, devemos a cada dia decidir permanecer em recuperação, sem retrocedermos e sem fazermos julgamentos errados sobre as pessoas. E, não tenho dúvidas, de retroceder seria sair da graça salvadora do Senhor Jesus Cristo. Como pecador quero sempre permanecer nela, sendo que cada tropeço dos meus pés leva-me a compreender mais sobre minha dependência em relação ao amor de Deus.

  4. ElzinhoXD says:

    Que A Graça e a Paz de Deus Estaja com Voces…
    Gente e o Seguinte o Washer.. Argumentou Ae qeu Deus odeia os que vivem na pratica do Pecado…
    que aceita jesus como seu salvador de maneira alguma deus o odeia..
    na bibilia nao e se quer um verciculo falando que deus odea que aceita ae seu filho…
    essa Pregação e Perfeita para entendermos que Deus e Amor e porriso ele pode Odiar.

  5. Anônimo says:

    Vejo muitos pontos em comum com o Calvinismo e o Arminianismo. Uma das únicas doutrinas que a difere é a soteriologia. E este artigo demostra muito bem essa diferença, a predestinação de toda a humanidade para a salvação versus a predestinação do homem e sua eleição. Na verdade Paul não esta “errado” só defende sua doutrina.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s